Nutricionista

CRN: 10101258

Telefones para contato

EUA: +1 786-678-8632

Brasil: + 55 (21) 97962-9892

 

anacarolina@abnutri.com.br

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Blog e Receitas

02/02/2018

O Carnaval é uma época de muita alegria e descontração. Todos querem aproveitar ao máximo.

Apesar da animação da galera, essa é uma época em que os cuidados não podem ser esquecidos. Veja algumas dicas:

  1. Se beber, não dirija: É uma lei conhecida por todos, mas no período de Carnaval o índice de embriaguez aumenta muito. A dica é simples e pode salvar muitas vidas: use táxi, Uber, Cabify e outros aplicativos que ajudam a se locomover. Ou o bom e velho ônibus e metrô. Assim todos vão e voltam em segurança!

  2. Hidrate-se: É verão no Brasil, ou seja, calor quase garantido. Com as festas as pessoas deixam a água de lado, mas nessa época de calor e com o abuso de bebidas alcoólicas, a água é imprescindível, pois o álcool desidrata mais rápido ainda o corpo.

  3. Alimente-se: A curtição é boa e a alimentação só vem quando a fome já está falando alto. Dê preferência para alimentos saudáveis, integrais, vegetais e frutas. Eles são leves e ricos em nutrientes e sustentam bem durante o dia de...

30/01/2018

Aquela famosa frase NUNCA MAIS BEBO nunca funciona né.

Pois saiba que o alcoolismo é a terceira doença que mais mata, é mais perigoso que o tabagismo, a obesidade, a AIDS e inclusive a violência, todas estas matam menos que o alcoolismo.

E aqui estou pra alertar e pra mostrar os efeitos nocivos que essa substância promove no nosso organismo. Você sabia que o consumo de álcool é tão nocivo para o corpo humano quanto o consumo de drogas consideradas ilícitas, como cocaína e crack? Verdade, chocante, mas verdade.

O primeiro órgão afetado é o cérebro. Pra quem acha bobagem, digo que não é, a lei de trânsito está certíssima ao considerar que um copo de cerveja já é capaz de alterar o comportamento do cérebro humano, pois pode mesmo.

O que acontece é que o consumo de álcool acaba inibindo a ação de um ácido neurotransmissor chamado gama-aminobutírico, esse ácido é o responsável pela nossa capacidade de pensar, pela consciência, pela capacidade de raciocinar, pela capacidade de decisão entre o bo...

08/11/2017

O pH do sangue humano deve ser levemente alcalino (7,35 a 7,45). Acima ou abaixo desses valores significa doenças e sintomas. Um pH de 7 é neutro. Um pH abaixo de 7 é ácido. Um pH acima de 7 é alcalino.

Um pH ácido pode ocorre devido a uma dieta ácida, estresse emocional, acúmulo de toxinas e/ou reações imunes a qualquer processo que priva as células de oxigênio e outros nutrientes. O corpo irá tentar compensar pelo pH ácido usando minerais alcalinos. Se a dieta não contém minerais suficientes para compensar, um acúmulo de ácidos nas células ocorre.

Um equilíbrio ácido irá: diminuir a habilidade do corpo de absorver minerais e outros nutrientes, diminuir a produção de energia nas células, diminuir sua habilidade de reparar células danificadas, diminuir a habilidade de eliminar metais pesados, fazer células de tumor crescerem e deixar o corpo mais suscetível a fadiga e doenças.

Um sangue com pH de 6,9, que é apenas levemente ácido, pode induzir a coma e morte.

A razão pela acidose ser mais...

05/11/2017

Nos últimos anos, diversas políticas públicas aumentaram a disponibilidade da vacina contra o HPV na América Latina, com o intuito de evitar doenças causadas pelo vírus, mas as taxas de adesão à vacinação na região permaneceram muito abaixo do esperado. Essa é a conclusão de um estudo conduzido por integrantes da SBOC (Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica), publicado na revista “Cancer”, da American Cancer Society (Sociedade Americana de Cancerologia).

“Atualmente, 80% das adolescentes da América Latina têm acesso à vacina contra o HPV a partir de programas públicos de imunização. Porém, apesar do alto potencial de alcance, as taxas de adesão à vacinação contra o HPV na região caíram a uma velocidade alarmante nos últimos anos. A Colômbia, por exemplo, tinha, em 2013, a segunda maior taxa de jovens vacinadas no mundo, com 97,5%. Em 2014, o número caiu para cerca de 20%. Essa é uma diminuição na adesão a vacinas nunca vista antes na história”, diz a dra. Angélica Nogueira, oncologis...

Please reload

Destaques

A farra da insulina:

13/02/2018

1/10
Please reload

Arquivos
Please reload

Siga-me
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Pinterest Icon